sábado, 2 de abril de 2011

TESTE PSICOLÓGICO PARA SINDROME DO PÂNICO

Este teste psicológico ajuda a medir sua ansiedade e pode contribuir para você conhecer os estágios de ansiedade que você se encontra e caso tenha um resultado que identifique alto grau de ansiedade você pode procurar um profissional para uma avaliação mais apurada e esclarecer o porquê isso pode estar ocorrendo.

Neste teste de psicologia utilize o questionário abaixo para ajudá-lo a determinar se você pode precisar ver um profissional da saúde mental para o diagnóstico e um tratamento de ansiedade ou transtorno do pânico.

Este é um teste psicológico para ajudar a determinar se voce pode ter um transtorno de ansiedade e se pelo resultado deste teste psicológico voce deve buscar ajuda de um profissional

Este teste psicológico não se destina a fazer um diagnóstico de um transtorno de ansiedade ou tomar o lugar de um diagnóstico profissional ou de uma consulta com um especialista.

Tente responder o teste abaixo de forma mais sincera e precisa, de forma completa e que mais represente sua realidade.


Pense sobre como você se sentiu ao longo dos últimos meses.

Escolha a resposta que indica como você tem percebido a ocorrências destes sintomas de ansiedade durante esse período:

Teste para Ansiedade e para Síndrome do Pânico

Normalmente

Frequentemente

Às vezes

Raramente

Nunca

Taquicardia

Muito Suor

Tremor ou agitação

Falta de ar

Medo

Dor no peito

Normalmente

Frequentemente

Às vezes

Raramente

Nunca

Náuseas

Tontura

Medo de perder o controle

Dormência ou formigamento

Calafrios ou onda de calor

Medo de morrer

Normalmente

Frequentemente

Às vezes

Raramente

Nunca

Preocupação persistente

Sensação de asfixia

Incapacidade de relaxar

Sensação de irrealidade

Nervoso

Sentimento de insegurança

Normalmente

Frequentemente

Às vezes

Raramente

Nunca

Irritação e dificuldade para dormir

Tremor nas mãos

Evitação de enfrentamento de situações

Desmaio

Voce após marcar as alternativas que corresponde à sua escolha e à sua realidade pode transferir estes dados para o site original que contém a tabulação automática. O resultado será calculado pelo site e fornecerá sua pontuação com as devidas descrições.

Este site original está em inglês e por isso acima voce teve a tradução de cada alternativa. Transfira agora para o site: http://psychcentral.com/quizzes/anxiety.htm e descubra o resultado do seu teste.

Se o seu total foi de 0 a 5 = não tem ansiedade

Se o seu total foi de 6 a 22 = ligeira ou pouca ansiedade

Se o seu total foi de 23 a 37 = ansiedade moderada

Se o seu total foi acima de 38 = ansiedade em grau alto ou elevada ansiedade


Reconhecendo suas necessidades procure ajuda de um profissional.


MAIS INFORMAÇÕES SITE: http://www.psicologiananet.com.br/teste-para-ansiedade-teste-psicologico-%E2%80%93-teste-para-transtorno-do-panico/1032/

Um comentário:

  1. Medo...
    Vontade de dar um grito,
    ou calar-se para sempre
    De ficar parado, ou correr
    De não ter existido
    ou deixar de existir (morrer)
    Não há razão quando a mente não funciona
    (redundante, não?)
    Vão extinguindo-se as questões
    mesmo sem respostas
    Perde-se, neste estágio,
    a vontade de saber.
    O futuro é como o presente:
    É coisa nenhuma, é lugar nenhum.
    Morreu a curiosidade
    Morreu o sabor
    Morreu o paladar
    parece que a vida está vencida
    Tenho medo de não ter mais medo.
    Queria encontrar minhas convicções...
    Deus está em um lugar firme, inabalável,
    não pode ser tocado pela nossa falta de confiança
    Até porque, na verdade, confio nele
    O problema é que já não confio em mim mesmo
    Não existe equilíbrio para mentes sem governo
    A química disfarça, retarda a degradação
    mas não cura a mente completamente
    E não existem, em Deus, obrigações:
    já nos deu a vida, o que não é pouco,
    a chuva, o ar, os dias e noites
    Curar está nele, mas, apenas retardaria a morte
    já que seremos vencidos pelo tempo
    (este é o destino dos homens)
    e seremos ceifados num dia que não sabemos
    num instante que mira nossa vida
    e corre rápido ao nosso encontro lentamente
    (ou rasteja lento ao nosso encontro rapidamente?)
    Sei lá...
    Mas não sei se quero estar aqui
    para assistir o meu fim
    Queria estar enclausurado, escondido...
    As amizades que restam vão se extinguindo
    e os que insistem na proximidade
    são os mesmos que insistirão na distância,
    o máximo de distância possível.
    A vida continua o seu ciclo
    É necessário bom senso
    não caia uma árvore velha, podre, sobre as que ainda estão nascendo.
    Os que querem morrer deixem em paz os que vão vivendo
    Os que querem viver deixem em paz os que vão morrendo
    Eu disse bom senso?
    Ora, em estado de pânico não se encontra bom senso
    nem princípios, nem razão, nem discernimento,
    nem força alguma
    Torna-se um alvo fácil
    condenável pelos que estão em são juízo
    E questionam: onde está sua fé?
    e respondo: ela estava aqui agora mesmo...
    ela não se extingui, mas parece que as vezes se esconde de mim...
    o problema é que, quando a mente está sem governo
    (falo de um homem enfermo)
    é como um caminhão que perde o freio
    descendo a serra do mar...
    perde-se o contato com a fé e com tudo o que há...
    e por alguns instantes (angustiantes)
    não encontramos apoio, nem arrimo, nem chão, nem parede, nem mão...
    ah... quem dera, quem dera...
    que a mão de Deus me sustente neste instante...
    em que viver é tão ou mais difícil que conjulgar todos os verbos...
    porque sou, neste momento
    a pessoa menos confiável para cuidar de mim mesmo...
    tenho medo, medo...
    medo de perder o medo
    de sair da vida pela porta de saída...
    medo de perder o medo
    de apertar o botão "Desliga"...

    http://progcomdoisneuronios.blogspot.com

    .

    ResponderExcluir